• Patrícia e Rafaela

8 filmes DISTÓPICOS que valem a pena

Atualizado: Mai 30

Você sabe o que caracteriza um filme “distópico”? Vem cá que eu te explico!


São obras, normalmente, do gênero cinematográfico de Ficção Científica, e buscam mostrar uma sociedade caótica no futuro, às vezes em local pós-apocalíptico e, o mais importante, dominado por um governo autoritarista! Geralmente, os personagens tentam encontrar meios de sobrevivência em meio ao caos, por meio das regras ou o oposto, indo contra o sistema.


Separamos 6 filmes distópicos que valem a pena assistir, ou, no caso de já ter assistido, rever com novos olhares! :)


1 - 1984: O domínio sobre a História


Aqui temos uma das melhores leituras, “1984”, um romance distópico de George Orwell. A adaptação ao cinema, de Michael Radford, mostra uma sociedade em permanente estado de guerra, fundamentada em paranoia, propaganda, vigilância e controle. “Quem controla o passado, controla o futuro. Quem controla o presente, controla o passado”. Tem que ver!

2 - Mad max - Estrada da Fúria (2015)


Depois de 30 anos, Mad Max - Estrada da Fúria é feito! Aqui vemos mitologia australiana a partir de subgêneros de faroeste. O quarto filme da franquia traz Tom Hardy no lugar de Mel Gibson! Conta a história de uma grupo de mulheres liderado pela personagem “Furiosa” (Charlize Theron), que lutam para fugir de um autoritário tirano em um mundo pós-apocalíptico! Com direito a 5 estatuetas do Oscar 2016, inclusive figurino. FILMÃO!

3 - Laranja Mecânica


Dirigido por Stanley Kubrick em 1971, Laranja Mecânica foi escrito pelo inglês Anthony Burgess. É daqueles filmes OBRIGATÓRIOS! Gira em torno de um jovem de aproximadamente quinze anos, Alex DeLarge, que tem impulsos ultra violentos e disposição para transformação. Aqui é importante fazer um paralelo com os dias atuais, onde vemos parte da população que clama por repressões violentas para punições a crimes, sem que haja uma recuperação social. Esse é clássico!

4 - V de Vingança


Baseado em quadrinhos, V de Vingança traz uma história que acontece em uma Inglaterra do futuro, em um período de regime totalitário. Vemos Evey Hammond (Natalie Portman) que é salva por um homem mascarado, conhecido pelo codinome V (Hugo Weaving). O protagonista então se rebela contra o sistema e convoca seus patriotas para lutar contra a tirania. O maior medo de regimes totalitários, são figuras como essa. Duvido que você não tenha visto esse filme!

5 - Matrix


Escrito e dirigido por Lana e Lily Wachowski, estrelado por Keanu Reeves e Laurence Fishburne, a trilogia, que se iniciou com o longa de 1999, é um clássico da ficção científica. A trama se passa em um mundo distópico, onde as pessoas vivem conectadas por cabos e suas consciências vivem dentro da matrix, uma realidade simulada criada por máquinas. Um excelente filme de ação, com grandes cenas de lutas, Matrix nos ajuda a refletir sobre a alienação humana e o uso da tecnologia, com grandes sacadas filosóficas, a exemplo da caverna de Platão, para quem não assistiu vale a pena realizar a maratona. Disponível no streaming da Telecine.

6 - Blade Runner


O longa de 1982, dirigido por Ridley Scott e estrelado por Harrison Ford apresenta um futuro, onde as consequências do consumo exacerbado, da poluição, da destruição de matas e animais, criou uma realidade que representa o colapso desse sistema exploratório.

Nessa distopia, clones humanos são criados para os trabalhos extenuantes, chamados de replicantes. Após uma revolta, os replicantes foram encaminhados para colônias extraterrestres e proibidos de retornar à terra. O filme retrata a história de um ex-policial, acionado em novembro de 2019, para caçar um grupo de replicantes vivendo escondido em Los Angeles. Uma obra visionária que possui a sequência, “Blade Runner 2049”, lançado em 2017. Para quem quiser conferir, o primeiro longa está disponível na Netflix e a sequência na telecine.

7 - Filhos da esperança


Em um mundo destruído pela ambição humana, não existem crianças, porque as mulheres não são férteis. A Inglaterra, última nação organizada, vive sob um regime autoritário com grande controle migracional. O longa, lançado em 2006, dirigido por Alfonso Cuarón e fotografado por Emmanuel Lubezki, conta a história de uma mulher que engravida e deve lutar pelo controle do seu próprio corpo e o direito ao seu filho.

8 - Fahrenheit 451


Baseado na obra homônima de Ray Bradbury, o filme de 1966 foi dirigido pelo francês François Truffaut. A história se passa em um regime autoritário que não permite a existência de livros e toda forma de escrita. Os bombeiros possuem a função de manter uma fogueira para queima dos livros. Quando um bombeiro é chamado e uma mulher decide ir para o fogueira junto de suas obras, esse começa a questionar a realidade em que vive. Em um mundo com fakes news, desvalorização do conhecimento científico, essa obra serve de alerta para as consequências nocivas do controle pela alienação e ausência de informação.

O mundo está a cada dia mais doido! Esperamos que vocês tenham gostado da nossa listinha de hoje! :)


Beijos, Patrícia e Rafaela L.

28 visualizações

@2018 Sétima Sala - Todos os direitos reservados

  • Facebook - Círculo Branco
  • Branca ícone do YouTube
  • Branca Ícone Instagram